Todo o artificialismo econômico um dia chega ao fim. Foi assim com a política cambial mal formulada (?) da trinca FHC/Malan e Gustavo Franco. Artificializaram nossa moeda. Quebraram meio mundo para conter uma provável inflação.

Elevaram aos píncaros os juros para conter a derrama. Porém, com o tempo colocaram em ordem a casa. Erraram muito, mas acertaram mais do que erraram. Lula colheu o melhor dos mundos. Vento na popa. Economia arrumada e cenário internacional por oitos anos em céu de brigadeiro.

Como foi incomPeTente. O país cresceu aquém do que qualquer outro conseguiria. Preferiu comprar o Congresso, aparelhar a máquina publica com incompetentes e aliados ( os larápios de sempre ). Destruiu valor. A presidente “gerentona”, está a beira de um ataque de nervos.

Dilma com sua grosseria está no estertor. Tenta se segurar pelas tabelas como bêbados a procura do primeiro poste. Todos os indicadores econômicos ladeira abaixo. Mente, distorce e maquia a contabilidade nacional. Apegasse a movimentos esdrúxulos como realizar um plebiscito para realizar uma reforma política que pode ser realizada por uma PEC.

Sustenta uma pauta de cinco pontos todas objeto de PL no Congresso. manda o ministro da educação responder a imprensa sobre temas políticos. Onde iremos parar com todas estas improvisações, este amadorismo? Pois é ela ainda estará por aí por mais uma ano e meio. Tempestades se aproximam. Apertem o cintos a “pilota” endoidou e o copiloto sumiu.

 

Ronaldo Bianchi

0 Comentários

Deixe um Comentário

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *